O que é a disfunção erétil?

Seus sintomas, causas, prevenção e tratamentos para a disfunção erétil

Disfunção erétil é um problema de causa multifatorial, não somente ligada a fatores orgânicos mais também psicológicos e medicamentosos, que sempre afetou aos homens.

Isso não é só um fator de constrangimento para os homens, ao passo que causa um impacto negativo significativo na qualidade de vida dos indivíduos.

Associado a tudo isso pode surgir a depressão, e ocorrer a diminuição da autoestima, ocasionar aumento da ansiedade e estresse, assim como ocasionar uma dificuldade de relacionamento.

Já em 1993 a disfunção erétil foi definida pelo Institutes of Healthe Consensus Panel, como a incapacidade de um homem alcançar e manter a ereção do pênis o suficiente para se ter uma relação sexual satisfatória.

Mesmo que já existam formas de tratamento, há muitos homens que continuam com o incomodo, pois em sua maioria acreditam que não há solução para esse problema.

Há uma estimativa de que 100 milhões de homens no mundo todo apresentam a disfunção erétil, e em sua maioria essa condição é encontrada em homens com idade acima de 40 anos.

No Brasil, por exemplo, existe uma prevalência de 50% após os 40 anos, chegando a 16 milhões de homens.

Quais os sintomas?

Alguns dos sintomas observados em quem sofre com a impotência sexual são: Dificuldades para obter e manter a ereção, diminuição do desejo sexual, ejaculação precoce.

Todos esses fatores ocasionam uma vida sexual insatisfatória, além disso, podem na maioria das vezes causar ansiedade, estresse, baixo autoestima, inclusive pode causar alguns distúrbios sexuais.

Como, por exemplo, a anorgasmia que é a incapacidade de atingir o orgasmo mesmo após haver grande estimulação.

Portanto são vários os sintomas apresentados por homes que sofrem com a disfunção erétil.

Quais as causas da disfunção Erétil?

Há várias causas que acarretam a disfunção erétil, ela pode ser causada por fatores psicológicos, como a ansiedade, alto grau de estresse.

Homens que sofrem com depressão também podem apresentar essa disfunção, visto que esses fatores estão diretamente ligados a diminuição da libido.

Outro fato que pode causar alteração da libido é o desequilíbrio no eixo hormonal, muitas vezes a falta de hormônios.

Principalmente a testosterona que influencia diretamente na ereção, ou seja, se o nível de testosterona do individuo estiver baixo, a consequência é a dificuldade de ereção.

As ereções como todos sabem, depende do fluxo sanguíneo para o pênis, e existem algumas alterações que podem dificultar a circulação correta para esse local, o que causa a disfunção erétil.

Alguns exemplos são tabagismo, doenças cardiovasculares, diabetes, pessoas que precisaram ser submetidas a radioterapia prévia.

Alterações na anatomia ou na estrutura do pênis, causadas por doenças adquiridas ou até mesmo presentes no órgão desde o nascimento.

Também podem causar problemas na ereção e nas relações sexuais.

E também é muito importante ressaltar que o uso de drogas lícitas ou ilícitas podem também ocasionar a disfunção. Podemos citar também alguns medicamentos que causam problemas na ereção, sendo eles remédios antidepressivos, antipsicóticos e anti-hipertensivos.

Prevenção

É necessário ter sempre em mente que a melhor forma de prevenção é um estilo de vida saudável, que assegure não somente a saúde física, mas igualmente a saúde mental.

  • Primeiramente realize exames de rotina regularmente, esses exames são mais conhecidos como exames de check-up
  • Tenha uma alimentação saudável e regrada
  • Pratique exercícios físicos regularmente 
  • Procure sempre o auxilio de médicos para tratar aquelas doenças já existentes, doenças cardíacas, diabetes, doenças crônicas não transmissíveis em geral.
  • Não exagere em bebidas alcóolicas, se possível evite-as 
  • Pare de fumar 
  • Não utilize nenhum tipo de droga ilícita
  • Faça terapia

Tratamento

Existem tratamentos para a disfunção erétil que irão aumentar a libido, tratar a ejaculação precoce e vários outros fatores. Porém é importante ressaltar que dependerão da causa identificada.

Em primeiro lugar deve-se realizar a identificação e o controle dos fatores de risco observados. Existem alguns tratamentos encontrados hoje, que são divididos em não farmacológicos (aconselhamento psiquiátrico ou psicológico), farmacológicos (medicamentos que irão induzir a ereção) e os cirúrgicos.

Mas é importante lembrar que associados a esses tratamentos é necessário uma mudança de estilo de vida, ter um estilo de vida mais saudável será um grande diferencial nesse momento.

E claro, é igualmente necessário a observação do relacionamento, e se for notada a necessidade, realizar uma terapia em conjunto, isso com certeza ajudará a melhorar a relação do casal.

Existem medicamentos que induzem a ereção ao facilitarem o fluxo sanguíneo, esses também são ótimos aliados nesse tratamento.

Desse modo concluímos que existem muitas formas de prevenir ou tratar a disfunção erétil, basta ser tomada uma decisão de mudança.

2 thoughts on “O que é a disfunção erétil?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *